Guarda-Chuva – novo poema meu novo poema

Guarda – Chuva

 

Trôpego equilíbrio
Calça teus sapatos
Vai, levanta-te
Isso,
Endireita a coluna
Vem aqui
Pra perto de nós
E te aquieta
Dessa vez
Tenha atenção
De ficar mais tempo
Já não te falamos
Pra não mudar
De lugar, toda vez?
Ébrio equilíbrio,
Senta aqui
Não tenha pressa
De partir
Não fique vaidoso,
Tampouco arrogante
Mas sim,
urgentemente
E sem contratempos
Precisamos
Um mundo
De ti.

 

Fêre Rocha

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia, Uncategorized e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para Guarda-Chuva – novo poema meu novo poema

  1. Vivi Ferreira disse:

    Parabéns Fe, tá bem legal o blog! Bjs Vivi.

  2. Sabe do que eu lembrei? Da Mary Poppins! hahahahaha
    Adorei, como sempre. Só você pra tirar inspiração desses dias cinzas e criar palavras tão coloridas!

  3. Jorge Peixe disse:

    Show o poema,
    este blog é ótimo!
    parabéns…

  4. Mª Ester Pereira disse:

    Juro que não sabia, que tinha uma sobrinha artista, mas eu já sabia que ela era linda, simpática , inteligente e tem um coração de ouro. Fê te admiro muinto!! beijo da tia Ester.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s