Republicando

Que não vale um tostão

Podia ser

O Zeca

O Pedro ou

João

Que te oferecia

5 doces por 1 tostão

‘Leva seis e

Tá na mão’

Que entrava

Na padaria

Mão encardida

Pedindo moeda

Pro tio ao meio dia

Zeca, Pedro ou João

Tanto fazia

200 rostos

Na multidão

Sempre pedindo

Atrapalhando

No corre corre

Na confusão

Não dava tempo

Será possível!

Pagar moleques

Na recessão

“Estão mentindo”

Vovô dizia

Querem trocados

Pra diversão

Mas parecia

Me lembro bem

Cara de fome

Desilusão

Do Zeca

Do Pedro ou

João.

(Fernanda Rocha)

Anúncios
Esse post foi publicado em Poesia e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Republicando

  1. Natalia Rocha disse:

    Assaaaaaa esse é muito bãooo! Sério, já conhecia, mas li de no vo e gostei bastante, bju!

  2. Senti um aperto enquanto lia. Impossível não me remter a algumas situações. Muito lindo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s