Alforria

boy_fear

Alforria

Medo

senhor de escravos,

o dono da casa grande

grande coisa seria

se a mesa virasse

e a gente tivesse

o poder que te cala

pra mandar na hora

e sem demora

você medo pra senzala.

 

Fereh Rocha

caminho

Anúncios
Esse post foi publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Alforria

  1. Inês mamis disse:

    Tão lindo Fereh…me fez lembrar dos filmes da escravidão. Me fez sentir uma tristeza por eles…esse poema mexeu no meu coração

  2. Fereh disse:

    Obrigada Rose.
    O medo é um senhor de escravos na minha visão.
    Difícil é alforriá-lo!

  3. Natalia disse:

    Que máximo! Adorei esse!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s