Arquivo do autor:Fêre

Anestesia

A dor me emudece Paralisa Imobiliza Pinta minha cara de cinza Eu perversa, convivo conivente E falo quando não quero E luto quando não quero E trabalho quando não consigo Sorrio tal qual falsa Monalisa A dor tirana Gosta de … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Canil Celestial

Deus é vira-lata. O fã-clube é que insiste em ser de raça. fêre rocha foto: divulgação

Publicado em frase | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

embolorado

Achei a cartinha de amor que ganhei aos 12 anos. A caixa onde guardei a carta estava mofada. O papel tinha buracos de traças. O amor não é páreo para os fungos. As promessas de amor têm buracos de traças. … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário