Arquivo do autor:Fêre

Solitude

Entre os uivos em nossas paredes ocas e apenas nelas é que percebemos a impossibilidade da presença de outros uivos durante o caminhar. Não há externo, não há alguém por você lá, mas também há. Há sempre porção de presenças … Continuar lendo

Publicado em Ensaio | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Moscas bebês

Note, João, que as moscas estão a diminuir. Morre-se menos, do morrer de fora, do cair ao chão e a carne então sumir. Percebe, João, que temos menos mortos? As moscas bebês vão ter que morrer prematuramente porque findam menos … Continuar lendo

Publicado em Poet, Poetry, Prosa poética | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Habilmente

Viver exige muitíssima habilidade. Esquecer-se disso, mais ainda. Fêre Rocha

Publicado em frase, Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário