Arquivo da categoria: Poema

Arterial

Lado raso lado fundo profundeza fim de mundo cavidade moribundo trampolim salto fecundo quem consegue e n t r a r no coração? Fêre Rocha Anúncios

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

Quebradura

  A seca racha a terra a reza o calcanhar rachado pela seca do cerrado rachados os lábios com sede da sombra dá sede nuvem nenhuma à vista e nem refresco aos corações dizem alguns não há dor maior que … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , | Deixe um comentário

Perdoe-nos, Gustavito

Se você pudesse pediria ajuda em espanhol em pleno chão da América Central? perdoe-nos pela ironia onde nem teu país de nome a prometer esperança esse Salvador, não te poupou de nós você nos amaldiçoa em espanhol? porque a língua … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário