Arquivo da tag: mãos

Despetalar

Toma-lhe as mãos cansadas do nada dormentes de estrada distraídas as mãos machucadas da flor de espinhos que a vida foi. Não se distraia com calma, afague o passado e toma-lhe as mãos cuidando que os dedos entrelacem e que … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , | 4 Comentários

De pescoços e relógios

  De pescoços e relógios   Aquelas horas que você não viu passar. Deixou, escapou. Deixou escapar. Você não viu e sentiu que passou. Já foram tantos, que você não sabe ao certo qual momento assistiu ir dar uma volta … Continuar lendo

Publicado em Artigo, Uncategorized | Marcado com , , , , , , | 4 Comentários