Arquivo da tag: poema

Piedade de Nós

Ainda lembro que sabíamos de cor todas as orações e a ordem com que seriam ditas as rezas. E no domingo, especialmente movimentado como formigueiros no inverno, nem precisávamos usar da preocupação em sermos vistos ou criminosamente silenciar algum ruído … Continuar lendo

Publicado em Conto | Marcado com , , , , , | 1 Comentário

Lá no fim do assobio

Nunca te escrevi um poema porque nem tinha idade que me deixasse porque não pude nos dias de mais saudade e nos outros também não porque o tempo e as coisas daqui as tantas e tantas coisas daqui empurram a … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Despetalar

Toma-lhe as mãos cansadas do nada dormentes de estrada distraídas as mãos machucadas da flor de espinhos que a vida foi. Não se distraia com calma, afague o passado e toma-lhe as mãos cuidando que os dedos entrelacem e que … Continuar lendo

Publicado em Poema, Poesia, Poet, Poetry | Marcado com , , , , , , , | 4 Comentários